quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cagiva no Paris Dakar




A Cagiva estréia no Paris Dakar em 1985 com o modelo 650 Elefant, no primeiro ano de participação esperava chegar em terceiro lugar, mas uma avaria mecânica levou à oitava posição. Nos anos seguintes a Explorer Lucky também não apresenta os melhores resultados.
Em 1990 o italiano Edi Orioli levou a Cagiva ao título de campeã do Rally Paris – Tripoli - Dakar (11.420 km) interrompendo uma sequência de quatro vitórias consecutivas da Honda, que nunca mais ganhou um Paris-Dakar. Este ano, a moto tinha trazido muitas inovações, a partir do motor de 900 cc de injeção eletrônica; com esta moto,além do campeão trouxe dois pilotos no pódio na Itália, com Alessandro De Petri em terceiro lugar Petri e o sétimo Arcarons.
Em 1994, no Rally Paris - Dakar – Paris (13.379 km) melhorias na moto e Orioli conquista novamente o campeonato, nas duas edições foram utilizadas Cagiva Elefant 900.
As experiências exitosas dos rallys africanos fez com que as motos derivadas se tornassem referências mundiais de motos para longas viagens. No Brasil, tanto as elefant quanto as elefantré foram bem recebidas e agora as Cagivas para uso misto estão começando a ser disputadas.

Um comentário:

E900 disse...

Bons tempos aqueles não é?
É difícil, mas como sonhar é grátis... e o maior risco é ser chamado de louco... Quem sabe o Castiglioni resolve ganhar mais um Dakar, e quem sabe se não será o de 2012 com largada no Rio...