quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

A melhor moto em todos os tempos


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Quem lembra ???

Eu te disse, eu te disse .....

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Emercan Honda

Foto da antiga concessionária Emercan Honda de BH, fotos de concessionárias são raras, dessa nem o prédio sobrou, foi demolido.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

FBM

Recebi hoje no face, mesmo não estando original, vale o registro, fotos de FBM são raras.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

MV AGUSTA oficialmente de volta às corridas com a equipe russa Yakhnich Motorsport

Em mais de 37 anos desde o último triunfo no Campeonato do Mundo, MV Agusta retorna oficialmente a corrida do campeonato mundial. Os históricos marca italiana fortes palmares de uma das mais importantes na história do motociclismo, com 37 campeonatos do mundo e 38 construtores mundiais pilotos do campeonato, diz que sim para o retorno oficial de corridas. Ele faz isto graças à compreensão destes dias entre o presidente da MV Agusta Motor SpA, Giovanni Castiglioni, e Alexander Yakhnich, proprietário da Yakhnich Motorsport.
A equipe russa Yakhnich Motorsport já provou ser um dos mais fortes do mundo das corridas, ganhando o título Mundial de Supersport em 2013, apenas dois anos após o início nessa liga. Yakhnich Motorsport também é o organizador da Rodada russo do Campeonato Mundial de Superbike FIM: colaboração, então, terá resultados significativos em termos de relações Itália – Rússia.
Acordo assinado entre a fabricante italiana ea equipe russa nasceu Equipe Oficial “MV Agusta departamento de competição – Yakhnich Motorsport”, que a partir da temporada de 2014 será implantado no Campeonato do Mundo de Superbike e do Campeonato do Mundo de Supersport. MV Agusta e Yakhnich Motorsport vai ser contratado em conjunto no desenvolvimento do movimento para o Mundial de Superbike e Supersport, de perto, no futuro, vai cuidar da realização da réplica da motocicleta para as equipas privadas que decidem correr com a famosa marca italiana. Com este acordo, MV Agusta e Yakhnich Motorsport também dar origem a uma parceria de longo prazo para desenvolver sinergias profundas comerciais, industriais e de comunicação em território russo.
A meta para 2014 é a de jogar uma temporada como protagonistas na Supersport, onde a MV Agusta F3 já demonstrou em 2013 um elevado nível de competitividade e desenvolver a F4 RR Superbike (categoria Factory) na expectativa de uma temporada na Cimeira de 2015.
Na estréia da equipe MV Agusta departamento de competição – Yakhnich Motorsport vai correr com dois pilotos na classe Supersport e um piloto na categoria Superbike: seus nomes serão anunciados até o final de novembro.
Yakhnich Motorsport e MV Agusta farão o seu melhor para renovar a glória da marca italiana histórico e para criar uma nova história de Yakhnich Motorsport.
A assinatura do presidente da MV Agusta Giovanni Castiglioni disse: “O retorno oficial de corrida é um passo muito importante e ambicioso para a MV Agusta Minha escolha é ditada pelo coração dispara sempre foi a grande paixão da minha. pai, que levou suas empresas para ganhar em todas as especialidades, da classe 500 para o Paris-Dakar com o lendário Cagiva, o primeiro Mundial de Superbike com a Ducati, através da sujeira com a Husqvarna. Mas seu verdadeiro sonho era rever o ‘MV Agusta executado. estou muito orgulhoso de realizá-lo eu mesmo. “
Alexander Yakhnich, presidente da Yakhnich Motorsport, disse: “Nós trabalhamos duro para obter os melhores resultados de 2013. Com MV Agusta abertas novas oportunidades significativas para nós. Estamos muito felizes com este acordo e está buscando novas vitórias “.
***
Alessia Riboni – Press Officer & Communication Coordinator
MV AGUSTA Motor S.p.A. con Socio Unico

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Agrale Dakar

 Agrale Dakar  e Malu Mader contracenando na Novela "Fera Radical" exibida pela Rede Globo em 1988.




terça-feira, 29 de outubro de 2013

Nova Fiat Strada

A nova Strada, pick up da Fiat líder do mercado no setor, foi apresentada, com uma reformulação estética e versões e opcionais que não chegam a ser grande surpresa.

A cabine dupla veio com 3 portas, e o retorno da porta invertida (Suicide door), fora de uso do mercado desde os anos 60 quando a Vemag retirou de seus veículos, agradou em cheio.
Aproveitando mudanças na legislação apresentou  o extensor de caçamba, que amplia a segurança no transporte de cargas maiores que o compartimento de bagagem, muito útil para motos e grandes cargas.
 
Tudo isso para garantir o primeiro lugar no mercado,  que deve ficar mais acirrado a partir da segunda metade de 2014 com o lançamento do Renault Duster reestilizado, e de sua pick up, um pouco maior que suas concorrentes.

Ainda falta no mercado uma versão com 3 lugares na dianteira e 4x4 como existia na Ford Pampa  nos anos 90, vale a pena esperar a pick up Duster.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Zanella - 65 anos

 
A Zanella é frequentadora constante dessas páginas por ser a mais importante indústria de motos da América Latina e pelo DNA esportivo. De passado com influências Italianas e de um presente por demais chinês a Zanella em homenagem aos seus 65 anos de história remodelou o site . Para gravar o especial dos 200 anos de independência da Argentina a Zanella em 2010 fez um vídeo com o ator mais popular do país Ricardo Darin aumentando a identidade da empresa mais popular do país platino. Também lança motos como a Chopper 350 e a Mob, um scooter retrô. 

Visite a página Zanella - 65 anos

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Leblon anos 70

Praia do Leblon, Av Delfim Moreira e a carrocinha de cachorro quente do "GENEAL" a mais famosa da época, bons tempos, vi no Face e compartilho com vocês. 
Vespacar era um triciclo derivado da vespa e produzido pela Panauto SA, mesmo empresa que produzia as  M4.



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Pode transportar moto com a caçamba aberta ?

Uma grande dúvida entre Trilheiros e pilotos de moto é: pode ou não transportar a moto com a tampa caçamba da pick-up aberta ? 

Muitos improvisam de várias formas, como por a moto em cima da tampa da caçamba, pedir a terceira placa sem o lacre e amarrar com uma gambiarra, etc. Vigorá desde o ano passado uma lei que permite andar com a tampa aberta, mas tem várias exigências: 

- As cargas não deverão ocultar as luzes, incluidas as luzes de freio, os indicadores de direção (piscas ou setas como são chamados dependendo da região) e os dispositivos refletores, ressalvada entretanto a ocultação da lanterna de freio elevada, o brake light. 

- Será obrigatório o uso de segunda placa traseira de identificação nos veículos na hipótese do transporte eventual de carga, moto ou bicicleta resultar no encobrimento, total ou parcial, da placa traseira. A segunda placa traseira de identificação será posta em local visível, ao lado direito da traseira do veículo, podendo ser instalada no pára-choque ou na carroceria, admitida a utilização de suportes adaptadores. A segunda placa de identificação será lacrada na parte estrutural do veiculo em que estiver instalada (pára-choque ou carroceria) Atenção: a segunda placa traseira deverá ser lacrada pelo Detran de sua cidade. 

Esta Resolução atende pelo número 349, datada de 17 de maio de 2010 e traz em seu bojo 4 capítulos.esta matéria é relacionada ao transporte de moto. Como pode ser visto logo no Capitulo I, artigo 1º. Nele o legislador quis apontar a sua abrangência: “estabelecer critérios para o transporte eventual de cargas e de bicicletas nos veículos classificados na especie automóvel, caminhonete, camioneta e utilitário”. Exemplo de como deve ser instalada a terceira placa 
 Exemplo de como deve ser instalada a terceira placa 

- As cargas que sobressaiam ou se prejetam além do veículo para trás, deverão estar bem visíveis e sinalizadas. No período noturno, esta sinalização deverá ser feita por meio de uma luz vermelha e um dispositivo refletor de cor vermelha.

- A carga sobre a caçamba não deve exceder 60% da distância entre os dois eixos, contando a distância da carga apartir do eixo traseiro. Se por exemplo o carro tiver 2 metros de distância entre eixos, a carga poderá ser de 1,2 metros contando a partir do eixo traseiro e não do final da caçamba. Assim as motos transportadas podem ficar com partes dela ‘para fora’ da tampa. Caiu então um antigo mito muito utilizado pelos  Policiais Rodoviários.
  O máximo é 60% da distância entre eixos após o eixo traseiro
 O máximo é 60% da distância entre eixos após o eixo traseiro 

- Só será admitida a circulação com compartimento de carga aberta apenas durante o transporte de carga indivisível que ultrapasse o comprimento da caçamba ou do compartimento de carga. 


Pronto, agora você que tem o problema da sua moto não entrar na caminhonete com a caçamba fechada, está com a solução na mão. É só seguir estas poucas exigências e você estará dentro da lei. 

 Fonte : Mundo Cross

domingo, 29 de setembro de 2013

Agrale EX vermelha ????

Agrale EX realmente não saiu de fábrica com a cor "Vermelha". As EX eram as agrales de trilhas, produzidas de 90/96 e apesar de grafismo diferentes, todas tinham  a mesma cor, amarela com magenta ( ou rosa se preferir) e ficaram conhecidas como Xuxa. Seu grande diferencial para outras motos de trilha da marca foi que elas vieram equipadas originalmente com freio a disco traseiro.

E esses adesivos da Agrale EX vermelha então? Bom, eles foram feitos para atender ao amigo Bráulio que sempre quis sua EX vermelha, ele ficou de enviar fotos da moto quando estiver pronta. Vamos aguardar.

sábado, 28 de setembro de 2013

Peugeot 106


Muitos podem estranhar por conhecer apenas os automóveis Peugeot, mas quem é mais velho lembrará também das bicicletas da marca produzidas nos anos 70 em Montes Claros MG. 
 
Além de carros e bicicletas a Peugeot, produz motos e scooters, apesar de ainda não ter investido nesse setor no país. Seus scooters são referência no mercado mais disputado do mundo que é o europeu. Em 2010 eles começaram a produzir e a vender scooteres também na China e agora estão trazendo para o mercado inglês, grego e turco uma Cub que está tendo ótima aceitação, a Vox

Essa seria uma ótima opção para o Brasil. A semelhança da Peugeot 102 com a Caloi Mobylette AV-7 não é mera coincidência, ambas são autorizadas pela Motobecane também francesa e detentora da Mobylette AV7 e AV10, colocando a França junto com a Itália e Japão como grande influência no mercado das duas rodas brasileiro.
 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Elefantré do Roger

Reformada com esmero essa Agrale Elefantré 16.5 do amigo Roger, obrigado por compartilhar.




terça-feira, 20 de agosto de 2013

Agora é oficial, saiu no site do MotoGP, devemos ter uma prova no segundo semestre de 2012, dependendo da homologação do Autódromo Nelson Piquet em Brasília.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Brasil Motorcycle Show

O catarinense conhecido como “Touro do Paraná” estará vivo nas lembranças de todos no Brasil 

Motorcycle Show 


O Brasil Motorcycle Show, salão premium de motociclismo que acontece dias 22, 23 e 24 de novembro no Expo Renault Barigui, já é o assunto mais comentado nas rodas de motociclistas na cidade. Depois de apresentar alguns patrocinadores e parceiros, a notícia da vez sobre o megaevento é uma bela homenagem que será concedida no local a um grande ícone na história do motociclismo. Falamos do saudoso piloto Nivanor Bernardi, conhecido como “Touro do Paraná”. A paixão de Bernardi por moto começou desde cedo, aos 11 anos, e ainda menino já era um exímio admirador do veículo de duas rodas. Na década de 70, quando o motocross ainda era desconhecido no país, o piloto já mostrava a que veio, e cada vez mais se superava nas competições. Entre todos os anos que competiu, o Touro do Paraná ganhou inúmeros títulos paulistas e nacionais, teve grandes participações e importantes colocações em competições internacionais. Isso mesmo, no exterior Bernardi tinha outro apelido, ficou  conhecido como “El Tigre” após ganhar de forma incrível a prova “Motocross de las Américas”, no Uruguai.
 

Com 37 anos Bernardi parou de competir, pois o Motocross estava se alterando, se transformando em Supercross. Seu peso não contribuía para provas de salto e a idade também não o ajudava mais. Mesmo assim seria impossível sair do mundo do motociclismo. Muito ativo, o ex-piloto começou a chefiar equipes e logo após montou uma concessionária Yamaha em Curitiba. Devido a uma insuficiência hepática, Bernardi faleceu dia 24 de abril de 1995, aos 45 anos. De herança deixou uma carreira de 16 anos, com nove campeonatos brasileiros, quatro paulistas, um latino-americano, três Campeonatos das Américas, uma 24 horas de Interlagos, e o bicampeonato do Hollywood Motocross. Entre centenas de troféus conquistados, destaque para o Capacete de Samurai que o piloto ganhou ao ser recebido pelo Príncipe Ayquito, Imperador do Japão. Prova de que Bernardi merece ser lembrado e homenageado sempre. 

O Brasil Motorcycle Show é idealizado pelos empresários Cezinha Mocelin, Pedro Colares e Fabiano Cantele realizado pela agência OCPromotionsArt. Acontece nos dias 22,23 e 24 de novembro, no Expo Renault Barigui. Mais informações no site oficial www.brasilmotorcycleshow.com.br pelo 41 3029 8303 ou informacoes@brasilmotorcycleshow.com.br 

Sobre Brasil Motorcycle Show 

De 22 a 24 de novembro, cerca de 20 mil pessoas devem passar pelo Expo Renault Barigui para conferir o Brasil Motorcycle Show, idealizado pelos empresários Cezinha Mocelin, Pedro Colares e Fabiano Cantele e organizado pela agência OCPromotionsArts. Serão cinco mil metros quadrados tomados por várias atrações voltadas para o segmento e o que será visto é uma verdadeira reunião de moto clubes, federações, associações e todos aqueles que são fascinados por tudo que se move em duas rodas. As atrações são das mais variadas, contando com tecnologia de ponta e inúmeros serviços diferenciados: “Estacionamento Vip”, um inédito encontro de motos que vai oferecer dinamômetro, lava moto e oficina para consertos rápidos; “Capaceteria”, um espaço exclusivo para guardar capacetes, luvas, capas, jaquetas, mochilas e tudo aquilo que possa atrapalhar a boa visitação. “Espaço de Palestras”, onde, em um auditório cenográfico, palestrantes apresentarão assuntos relacionados ao mundo das duas rodas; “Montanha Trial”, uma rampa de 6m de subida íngreme; “Giro 360º”, para quem quiser experimentar a sensação de uma volta completa; “Kids Cross”, para qualquer pequeno piloto poder passear de mini moto ou triciclo. Além disso, circularão pelo local grandes ícones do mundo motorcycle, haverá exposição de motos antigas, show free style e “Garage”, espaço para alimentação ambientado como um galpão vintage. Para ficar por dentro de todo evento basta acessar www.brasilmotorcycleshow.com.br . Em breve, mais novidades sobre expositores, detalhes sobre como participar e ter acesso facilitado. Mais informações pelo 41 3029 8303 ou informacoes@brasilmotorcycleshow.com.br

terça-feira, 30 de julho de 2013

Dia de Henry Ford

O estado de Michigan instituiu 30 de julho como o "Dia de Henry Ford", em homenagem ao fundador da marca que completaria 150 anos hoje. O anúncio ocorreu durante um evento público na Henry Ford Estate, casa em que o empresário morou com a esposa Clara e foi transformada em memorial. Na ocasião, também foi anunciada a transferência da propriedade para uma nova instituição que vai cuidar da sua preservação para as futuras gerações, mostrando o estilo de vida e a época de Henry Ford, veja mais no site.