sexta-feira, 30 de março de 2012

ZP Sport


Herdeira de 90 anos de tradição na fabricação de motocicletas que se iniciou cm 1922 com a produção da "Reichsfahrtmodell" pela DKW-MZ, que chegou a ser a maior fabrica de motocicletas do planeta, a cidade alemã de Zschopau tem agora a ZP Sport que será produzida na região.

ZPsport será abastecida direto por baixo do banco onde possui um tanque de alumínio tem 11 litros, isso lhe garante uma autonomia de 200 quilômetros. Produzida para quem gosta de motos clássicas, mas com componentes e novas tecnologias, feitas a mão em série limitada.

Tradição alemã com um coração espanhol, seu motor será produzido pela Gas Gas com 450 cc, 4 tempos, refrigerado a água, com injeção de combustível ajustada eletronicamente atendendo a Euro 3, permitindo homologar a ZP Sport na maioria dos mercados. Se voce ficou interessado entre no site da ZP Motos.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Effe Motos e Motores

Encontrei estas fotos numa revista antiga, não tenho muitas informações nem sei se chegaram a ser produzidas mas pelo que parece as motos da gaucha Effe Motos e Motores SA eram feitas em parceria com a HRD Italiana, “pequena Bimota”, (não confundam com a inglesa de mesmo nome).
Se alguém souber mais sobre essas motos favor nos ajudar comentando. Aqui está o site para conhecer mais sobre a HRD Italiana.

sexta-feira, 23 de março de 2012

A OSSA apresentou este conceito de moto elétrica claramente inspirada na original moto Monocasco OSSA que Santiago Herrero pilotou na década de 1970.
Foi desenvolvida pela Art-Tic Team .
A Ossa mostra caminho de unir o clássico ao moderno, exemplo a ser seguido, e que em breve deixe de ser protótipo pra ganhar as ruas.

terça-feira, 20 de março de 2012

MV Agusta Oportunidade


Um lote de 71 motos MV Agusta, de 1946 a 2007, reunidas pelo colecionador Gary Kohs serão leiloadas em lote único, tem desde a lendária MV 98cc '3 Velocitá' de 1946 até a edição limitada da superesportiva F4 Tamburini, o leilão ocorrerá entre 16 e 18 de agosto, em Monterrey.

Quem tiver com uns dinheiros sobrando, não pode perder a oportunidade, para ver as motos entre no site do leilão.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Benelli

Depois da noticia de ontem da produção da centenária Benelli na Venezuela, fui procurar mais informações e vendo o site oficial da empresa ela já tem representantes no Uruguai e Colombia na América Latina, lembro delas como promessa de importação do Grupo Iso alguns anos atras, mas parece que não deu em nada.

Também deparei com este site que tem fotos de quase todos modelos ja produzidos pela empresa, e não são poucos, destaque para as mini cross e mini bike que lembram muito as Honda Monkey e Gorilla, uma deve ter se "inspirado" na outra.



Impressionante e imponente a 750 Six apenas "6 cilindros".
Enqunto no Brasil algumas motos são batizadas com nomes estrangeiros (Yes, Twister, Fazer, Hunter) a Benelli nos homenagiou com a Amazonas.

terça-feira, 13 de março de 2012

Benelli ZenZero



Depois de superar diversas crises, estando hoje sob a batuta do grupo chinês Qianjiang, a Benelli está decidida a ganhar mercado rapidamente. Esta semana, a marca italiana apresentou o ZenZero, um scooter de 350cc focado no motociclista urbano. O modelo chega ao mercado europeu já em abril com preço sugerido de 3.590 Euros – pouco mais de R$ 8 mil. Com este lançamento, a ideia é mostrar que a fábrica de Pesaro ainda tem força para ocupar seu lugar de destaque entre as fabricantes de motocicletas e scooters mais tradicionais da Europa.

Embora seja o scooter de maior capacidade cúbica disponível no line-up da marca italiana, ele está longe de oferecer a robustez dos modelos recém chegados da Aprilia, com 800cc, e BMW, com 650cc. Entretanto, o ZenZero apresenta algumas características interessantes como a roda dianteira de 16 polegadas, que confere agilidade no trânsito, e, principalmente um preço altamente competitivo.

Além da relação custo-benefício, o ZenZero conta com outros atrativos como o escudo frontal que protege os pés e pernas do piloto, que, em conjunto com a altura de 805 mm do assento, o faz confortável principalmente para as mulheres. Já os faróis grandes com quatro lâmpadas são divididos em dois conjuntos instalados no escudo frontal, que ainda incorpora os piscas.


Simples e confiável

A Benelli já tem tradição em fabricar scooters e conta hoje com seis famílias de produtos, com modelos de 50, 125 e 150cc. Portanto, a marca de Pesaro optou por não inovar drasticamente na mecânica e se manter fiel ao motor monocilíndrico e ao câmbio automático CVT, mas conta com benefícios da injeção eletrônica de combustível.

O propulsor de 313 cm³ gera cerca de 20 cv, potência suficiente para ser ágil no percurso entre casa e trabalho, mas, em contrapartida, um pouco fraco se esse trajeto envolver trechos de estrada e exigir um pouco mais de velocidade e potência do motor.
No quesito frenagem, o scooter italiano também não deixa a desejar. Os freios a disco com 256 mm de diâmetro são adequados às dimensões maiores da roda dianteira para garantir paradas precisas nos trechos urbanos.

Ainda dentro das cidades, o ZenZero oferece alguns outros “mimos” que o tornam um companheiro confiável para as tarefas do dia a dia, como o bagageiro debaixo do assento, capaz de acomodar dois capacetes fechados, o espaço para guardar objetos atrás do escudo frontal e uma fonte de alimentação de 12 Volts, ideal para carregar o celular ou ligar um GPS.

Ganhando espaço

A chegada do ZenZero mostra que a Benelli está realmente disposta a lutar por espaço. Depois de adquirida pelo grupo chinês – cujo nome foi incorporado à marca italiana, que virou Benelli Q.J. – a fábrica de Pesaro encontrou nas baixas cilindradas o caminho para se reerguer e apresentou na última edição do Salão de Milão a Motard 250, cujo foco principal são os mercados emergentes, como Índia e América do Sul.

A América do Sul, entretanto, possui uma importância ainda maior para os negócios da Benelli Q.J. Desde o segundo semestre do ano passado, a marca produz os modelos de alta cilindrada TNT 899, Tre-K 1150, Tre-K Amazonas e Café Racer 1130 na fábrica da Keeway, que fica na Venezuela e que também pertence ao grupo chinês. A marca já foi distribuída no Brasil, mas ainda não há sinais de que os modelos Benelli voltem a ser vendidos no país.

Fonte: iCarros

segunda-feira, 12 de março de 2012

domingo, 4 de março de 2012

Ciclomotores

A Agrale produziu vários modelos de ciclomotores utilizando os motores da italiana Morini.
Agrale Tchau,


Agrale XTFabricou também a Junior em parceria com a Garelli

Esse ano, em outubro, a Agrale comemora 50 anos, infelizmente no site da empresa não há menção sobre as motos que foram produzidas em parceria com a Cagiva, pois elas marcaram época, e trouxeram muitas inovações ao mercado nacional.
Vamos dedicar outubro para comemorar essa data.

Veja a exposição virtual de imagens desses 50 anos no site da Agrale.